Como o governo pode fomentar provedores de internet regionais

9 jun

OBJETIVO: Esse projeto tem o intuído de ajudar a fomentar, estimular e desenvolver os pequenos provedores de internet na cidade do Rio de Janeiro.

Publico Alvo: Pequenos empresários donos de provedores de Internet em comunidades ou bairros carentes na cidade do Rio de Janeiro e regiões próximas.

Tamanho do Público Alvo: Estima-se possuir na cidade do rio de Janeiro 800 comunidades, e sugerimos o numero de 3 provedores por comunidade, chegando a um total de 2400 provedores estimado.

População afetada: Pessoas/moradores e lares que serão afetadas com a política. Estima-se que 1.400.000 pessoas vivem em comunidades e todas essas pessoas serão afetadas por política publica de conectividade.

Proposta do projeto:

O projeto deverá ter três linhas principais:

  • Legalização
  • Infra-estrutura
  • Iluminação “Wifi” para a população

Legalização:

A proposta de legalização deverá ser uma forma de “Consultoria regulatória” para que pequenos provedores possa tirar sua licença da anatel. O órgão municipal deverá ter/possuir uma empresa ou servidores adequados para orientar os pequenos provedores a se legalizar formalmente e possuir sua própria licença da Anatel. Todo provedor deseja estar legalizado, porque sua ilegalidade é tratada como “Marginalidade ou crime” por autoridades policiais, embora essa atividade não seja crime, o pequeno provedor é uma atividade econômica legal, que envolve porém formalidades com o estado. Quando o pequeno provedor não possui licença da Anatel a policia desmonta sua operação causando transtornos criminais para o empresário e econômicos além de prejudicar a população que é somente atendida por esse pequeno provedor e as vezes é refém dessa empresa.

Existe um pré-requisito legal para o provedor tirar a licença da Anatel que é a associação do responsável técnico da empresa com o CREA, o governo deverá se aproximar ao CREA de forma que o mesmo haja com celeridade nos processos que hoje variam de 2 á 4 meses para dar uma resposta. Esse prazo é inaceitável para o Brasil moderno e deveria ser imediata a sua filiação com a empresa. Portanto uma das sugestões será se aproximar do CREA para que o mesmo possa se comprometer em fornecer essa filiação do responsável técnico de forma imediata.

 

Infra-estrutura:

A proposta de infra-estrutura para o pequeno provedor deverá ser alinhada com os interesses da cidade. Todo provedor para vender internet precisa comprar internet e 70% do conteúdo da Internet está dentro de uma infra-estrutura chamada PTT ou IX no Brasil nossos PTTs são criados e administrados por uma instituição chamada NIC.br essa instituição é o braço executivo do CGI (Comitê Gestor para Internet). Todos os provedores de internet deseja estar presente dentro dos PTTs porque isso aumenta a velocidade da internet ofertada para a população a qualidade do conexão, além de economizar custos operacionais significativos dentro de um pequeno provedor.

Nossa idéia é que o governo possa ser protagonista na disponibilização dessa infra-estrutura, porque hoje essa distribuição dos PTTs não é feita de forma adequada e viável economicamente para o provedor.

O governo poderia disponibilizar um local “neutro” comercialmente para que os provedores pudessem se conectar aos PTTs. Nossa sugestão é uma escola ou algum prédio publico.

Detalhes dos requisitos técnicos:

  • O local deverá ser uma escola ou algum prédio publico com conectividade de fibra óptica ligada até o PTT central ou Ramais do PTT (PIX).
  • É necessário que esse local possua um ou dois Racks com o switch (equipamento ativo) do PTT e uma abordagem de fibra óptica externa para que todo novo participante possa se conectar externamente com facilidade.
  • O Rack deverá ficar numa sala com alguma segurança
  • O Rack deverá possuir um sistema de contingência – Nobreak e gerador para o caso de indisponibilidade de luz elétrica.
  • Um desses racks deverá possuir espaço limitado somente de conectividade para que o participante possa instalar algum equipamento “Ativo” como um switch, limitado somente a conectividade do Participante.

 

 

 

Iluminação “Wifi” para a população:

Umas das formas de fornecer iluminação “Wifi” para a população sem custo algum para o governo é fechar parcerias com os pequenos provedores para que eles nas regiões em que atuam possam disponibilizar “Wifi” publico limitado em troca da conexão ao PTT. As sugestões dos locais para fornecer “Wifi” são praças públicas escolas em locais abertos, hospitais e postos de saúde.

Esse modelo de parceria funciona de forma perfeita porque o governo não é responsável pelo funcionamento do serviço, não precisa licitar uma empresa única, não vai gastar dinheiro com atividade acessória ao desenvolvimento social. Em contrapartida o para o provedor local é uma excelente forma de troca porque ele precisa de acesso ao PTT faz economia de custos operacionais com esse acesso e melhora a conectividade ofertada a população, além de possuir rede no local onde irá fornecer acesso “wifi” gratuito tendo praticamente custo muito reduzido para implantar essa rede “wifi”, além de ficar responsável pela manutenção e gerencia desse “wifi” gratuito.

Para o governo essa é uma excelente iniciativa popular, porque trás beneficio direto para a população sem gastar dinheiro e dispor de dificuldades técnicas para a gestão desse beneficio a população.

O poder multiplicador dessa troca é muito grande porque para cada provedor que solicita acesso e abordagem ao PTT o governo poderá pedir em troca numerosos pontos “wifi”, nossa sugestão seria 20 pontos por exemplo. Então imagina que tenhamos 30 participantes dos PTT teríamos por exemplo 600 locais iluminados com “wifi” gratuito. Devemos ainda considerar que 30 participantes de PTT é um numero expressivamente baixo, porque estimamos que deva existir na cidade do Rio pelo menos mais de 3000 pequenos provedores.

 

Allan Caldas

É especialista em telecomunicações a 12 anos, jornalista do setor e blogueiro no youtube da comunidade técnica de assuntos relacionados a TI e Telecomunicações.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: